Saturno

Planeta Saturno.Capturado com telescopio e uma camera planetária.Fiz um gif das imagens de 2015.


Romero Britto e suas obras






Romero Britto (Recife6 de outubro de 1963) é um pintor e escultorbrasileiro.

Romero é conhecido como artista pop brasileiro, radicado em Miami. Suas obras caíram no gosto das celebridades por sua alegria e sua cor, tendo sido alçado para a fama ao realizar a ilustração de uma campanha publicitária para a vodca Absolut. Começou no mundo do "grafite" e hoje é o artista preferido de vários atores e atrizes hollywoodianos.

























Mais de suas obras......... > Aqui

Romero Britto e suas obras

Cheryl Naked, 1995, 48 x 60 inches, acrylic on canvas

Romero Britto (1963) é um famoso pintor e artista plástico brasileiro. Radicado em Miami, nos EUA, ficou conhecido pelo seu estilo alegre e colorido, por apresentar uma arte pop, despojada da estética clássica e tradicional. É considerado um dos artistas mais prestigiados pelas celebridades americanas e o pintor brasileiro mais bem sucedido fora do Brasil.
Aqui algumas das suas incontáveis obras:
End Of Innocence, 2002, 60 x 40 inches, acrylic on canvas

American Eagle, 2000, 36 x 36 inches, acrylic on canvas

A New Day, 2001, 20 x 27 inches, acrylic on canvas

Penelope Of The Modern Days, 1995, 60 x 48 inches, acrylic on canvas

Colors Of Brazil, 1996, 80 x 90 inches, acrylic on canvas



Looking Into The Future, 2005, 80 x 90 inches, acrylic on canvas

Summer Chair, 2006, 72 x 72 inches, acrylic on canvas

Mais de suas obras.......> Aqui



Pergolados lindos-saiba como fazer

COMO FAZER PERGOLADO EM SUA VARANDA

De tempos em tempos surgem determinadas estruturas nos designs de construções que viram verdadeiras febres. Nos últimos anos, o pergolado realmente tem sido uma construção que está fazendo muito sucesso em determinadas estruturas e que realmente pode ser utilizada de diversas formas O pergolado pode ser instalado de preferencia na varanda de construções grandes, e tem como principal objetivo levar um pouco mais de requinte pelo menos em relação ao design da casa, mas também tem como objetivo fazer com que as pessoas aproveitem melhor os espaços vazios que estão do lado de fora da residência.
O pergolado é uma solução muito eficiente porque ao mesmo tempo que cria um ambiente protegido, ele também não impede completamente a entrada de luz solar no local. Desta forma, as pessoas podem ter um ambiente bem iluminado pela luz solar sem precisar recorrer as iluminações artificiais, pelo menos não durante o dia. Além disso, no espaço onde é instalado o pergolado as pessoas podem colocar flores e plantas ornamentais,  formando um jardim, já que o local acaba tendo a entrada de sol controlada.
A estrutura do pergolado é teoricamente simples. Trata-se de pilares que são unidos a vigas que são vazadas de madeira. Esta estrutura pode ser aplicada tanto em áreas externas quanto em áreas internas, apesar que a primeira opção ainda é a mais utilizada por grande parte dos engenheiros e arquitetos.  Além das casas maiores que permitem este tipo de construção, o pergolado também tem aparecido muito constantemente em apartamentos ou prédios, seja nos terraços ou seja nas estruturas construídas nas coberturas do edifícios. É muito comum também vermos os pergolados hoje em dia instalados em alguns tipos de prédios comerciais, como grandes shoppings que estão construindo pergolados para áreas de convivências dos clientes ao ar livre, geralmente em andares mais elevados.
Grande parte dos pergolados são feitos de madeira, mas os construtores também podem usar outros tipos de materiais para fazer o seu pergolado, como aço ou ferro, bambu ou mesmo alvenaria. Os pergolados podem ser utilizados apenas na sua estrutura fria ou ainda pode ser utilizado com plantas crescendo na sua volta, que acabam formando uma espécie de cobertura. Este efeito pode ser conseguido utilizando plantas como trepadeiras, que vão crescendo pelas paredes até chegar ao teto e se enrolar nas vigas localizadas na parte superior. Quando a trepadeira consegue fazer uma cobertura mais firme utilizando a estrutura do pergolado, as pessoas conseguem até mesmo proteção contra a chuva.
Esta utilização do pergolado para proteção dos jardins tem origem na Europa, onde este tipo de construção realmente é muito comum em diversos países. No continente, grande parte das pessoas acabam realmente colocando o pergolado como forma de proteger determinadas plantas que não resistem a ação direta do sol, mas mesmo assim precisam de uma iluminação solar e também precisam ficar ao ar livre. Mas com o passar do tempo os próprios Europeus passaram a dar outras utilidades para os pergolados. Por exemplo, é muito comum utilizar pergolados em estruturas móveis em eventos ao ar livre, como casamentos. Além disso pode ser um ambiente muito charmosos par afazer um almoço ou jantar comemorativo, ou ainda outros tipos de festas ao ar livre.
Nas residências de outros países, o pergolado também é feito para abrigar os mais diversos tipos de ambientes. Por exemplo, as pessoas podem usar este tipo de estrutura para abrigar uma varanda, ou ainda um espaço gourmet, sendo que neste caso eles realmente precisam ser cobertos. Agora, quando eles estão descobertos as formas mais utilizadas para este tipo de construção são os jardins e também as áreas propensas a água, como áreas de piscina ou que podem pegar chuva. Algumas arquitetas defendem que realmente este tipo de construção é muito importante e deve ser utilizada cada vez mais nos novos projetos, porque significa uma interessante área de transição entre a área livre da área coberta.
Como o pergolado é composto por vigas espaçadas, que podem ser cobertas ou não por materiais como vidro ou policarbonato translúcido, os efeitos criados pelo contraste entre luz e sombra são muito interessantes e acabam dando uma atração a mais para o ambiente.
Como fazer um pergolado
Antes de mais nada, e importante que as pessoas tenham em mente que dependendo do tamanho e do material que será utilizado para fazer o pergolado, o mais recomendado é chamar uma empresa que seja especializada neste tipo de construção. Mas os moradores que gostam de fazer construções de madeiras podem se aventurar em criar um pergolado pequeno com este material. Para isso, as peças verticais devem ser feitas com uma seção de 7,5 centímetros e aproximadamente 3 metros de comprimento. As partes laterais podem ser feitas a parti de madeiras com 15 x 5 centímetros. Tome sempre cuidado na hora de comprar a madeira para saber se realmente está comprando algo de qualidade.
Na hora da demarcação, o ideal é que se utilize pedaços de madeira e barbante par afazer os alinhamentos e também as demarcações dos locais onde haverá afixação e os cortes na madeira. Depois será necessário enterrar as vigas de madeira a cerca de 60 centímetros numa fundação de cascalho e concreto. Não esqueça que depois da colocação das vigas e instalação dos diversos pedaços de madeira, é fundamental que a pessoa verifique se eles estão corretamente nivelados utilizando um nível de bolha de ar.
Na parte do acabamento, será necessário que a pessoa serre as ripas transversais e as laterais, deixando um excesso para cada lado, que pode ser moldado utilizando algumas ferramentas que são de conhecimento das pessoas que mexem com madeira, com serra ou formão. É importante que se faça pelo menos um molde em cada ponta de madeira, com entalhes de 5 e 7,5 centímetros de profundidade, levando em conta a largura para a trave.
Mas não esqueça de certificar-se de realmente saber o que está sendo feito com a madeira e também caso realmente tenha algum problema deverá chamar um profissional(fonte:http://www.saibacomo.org)

muitos mais aqui: AQUI MAIS PERGOLADOS

Anos 90 reformulados,jardineiras e salopetes-hit do verão(2013-2014)

Versátil, a jardineira vem retornando ao universo da moda do dia a dia. Filhote direta do macacão, a peça esportiva tem um perfil ainda mais jovem - portanto, exige cuidado na hora de usar. "Se você for mais velha e usar uma jardineira, não ache que vai parecer mais jovem. Vai parecer é que pegou a roupa da filha do armário", adverte Gloria Kalil. 

Fugindo da proposta dos anos 1990, a jardineira deste verão vem em cores e materiais variados, muito além do denim. A modelagem também fica mais justa, e as calças mais afuniladas. Alguns modelos ganham estampas da estação e compõem o look total print, em versões moderninhas. em momentos mais sofisticados, elas aparecem na versão alfaiataria. Em dias mais frescos, a variação da salopete também é boa pedida - trocando as pernas pelas saias abertas.(Gloria Kalil)

Confortáveis e extremamente casuais, jardineira e salopete superam até a calça jeans na escala da informalidade. Então, devem ser reservadas para momentos longe do escritório. 


Escolha uma peça do seu tamanho, nem maior e nem menor. Quando escolher uma jardineira com a cara de 2013, selecione um modelo que tenha a boca da calça afunilada. A silhueta atual é mais alinhada e não deixa a pessoa ficar escondida atrás do jeans. Muito busto? Cheque duas vezes no espelho para o caimento não fazer aumentar o volume.




Como-usar-jardineira-2013-chic-06
A jardineira é uma peça naturalmente divertida e, portanto, combina perfeitamente com cores fortes. Na hora de compor o look, escolha um ponto de cor para iluminar a produção e crie contrastes com a blusa de baixo.
(No centro, desfile de verão 2013 da 3.1 Phillip Lim)

Como-usar-jardineira-2013-chic-04
Troque o clássico jeans e invista em uma peça feita de couro ou denim resinado. O modelo de couro é moderno e tem a cara da jardineira de 2013. Para complementar, use blusas de cor forte ou estampada, que contrastem com a peça. Os acessórios também devem ser impactantes

Como-usar-jardineira-2013-chic-03
A chave para uma produção de sucesso com a jardineira são os acessórios. Aproveite para complementar com elementos femininos, como uma sandália de salto alto ou um escarpin, colares, pulseiras e anéis

Bolos em formato de planetas

Rhiannon podia ser só uma cozinheira de bolos saborosos e com boa aparência. Mas a sua paixão por astronomia a levou a algo ainda melhor – bolos em forma de planetas. O que mais impressiona é o detalhe que ela alcança, reproduzindo até camadas de hidrogênio molecular com recurso a manteiga de amêndoa.
A australiana é autodidata e começou suas investidas no mundo dos bolos planetários depois de ter criado um para a sua irmã levar para uma aula de geologia. O que começou em brincadeira acabou num talento divertido, visto que os bolos que ela produz são cientificamente precisos, quanto às camadas utilizadas.
Por exemplo, no caso de Júpiter, o centro é feito de bolo de chocolate molhado, representando o gelo e a rocha próprias desse planeta. Do centro pra fora, é possível ver outras camadas, como a de hidrogênio metálico, conseguida com manteiga de amêndoa, ou a de hidrogênio líquido, feita com baunilha colorida. Lá não faltam a marcante Grande Mancha Vermelha ou as nuvens à superfície, pintadas com uma cobertura que reproduz fielmente a imagem que temos do planeta.



by http://www.hypeness.com.br

Desfile NEON-SPFW Verão 2013/2014,




Marca: Neon
Direção criativa: Dudu Bertholini e Rita Comparato
Styling: Dudu Bertholini e Rita Comparato
Beleza: Lau Neves para O Boticário
Trilha: Curto Circuito e Choque Elétrico (Aline Taleban & Rita Comparato)
Inspirações: Etnias, Brasil, China, Índia, Vietnã, história através das cores
Materiais: Shantung de seda, palha de seda, cetim, crepe, linho, jersey, malha e lycra
Cores: Laranja, rosa, amarelo, verde, roxo, prata, preto e quatro estampas: Índia, criada por Andrés Sandoval; Flores Urbanas, por Yassin Lahmar; Samba, por Fábio Kawalis; e Partitura, por Maria Manuela de Andrade
Highlights: Há 10 anos a Neon fez seu primeiro desfile na sala da casa de Dudu Bertholini para cerca de 30 pessoas. Eu tive o prazer de presenciar e acompanhar de perto a trajetória de Rita e Dudu com sua marca, que alternou momentos de afirmação de identidade e de experimentalismo por outras áreas, especialmente na modelagem. Como renovar o DNA de uma marca com uma personalidade estética tão forte? Como retrabalhar cores e estampas temporada após temporada sem cair numa cilada ou não enjoar seus consumidores? A falta de medo de experimentar novos caminhos e a parceria com jovens e talentosos ilustradores sempre deram fôlego à Neon.
Agora, nesse aniversário, eles reafirmam sua identidade com uma coleção ultracolorida, étnica e estampada que celebra a mulher Neon: exuberância, tops-caftans, volumes, cintura alta, pantalonas, túnicas e bons maiôs. A dupla deu uma plasticidade gráfica à etnia (tudo anda gráfico nessa estação) e fez o seu mix de praia e cidade. E os acessórios do novo designer Christopher Alexander marcam presença com inspiração nas obras de Alexander Calder. “Chegamos aos nossos 10 anos reafirmando nossa alma e nosso estilo”, diz Dudu. (CY)(FFW)

NeonNeon
Neon
NeonNeon


                                               CONFIRA O VIDEO:

Desfile Fernanda Yamamoto- SPFW Verão 2013/2014



Marca: Fernanda Yamamoto
Direção criativa: Fernanda Yamamoto
Styling: Daniel Ueda
Beleza: Marcos Costa
Trilha: Max Blum
Inspirações: A dona de casa dos anos
Materiais: Couro ecológico, jacquard de algodão, linho, organza plastificada, tela de poliéster antiderrapante (usada na tapeçaria e que serve de forro para as transparências), malha, tule e tricoline
Cores: Azul, tons de rosa, amarelo, verde, bege, roxo e esmeralda
Highlights: Muito bonita e harmoniosa a coleção de Yamamoto, agradável para os olhos. Suas mulheres – ou personagens – parecem saídas de algum filme japonês. A composição entre os tons clarinhos, a peruca colorida, as peças de organza plastificada e a trilha, que mistura Nancy Sinatra e o produtor de techno experimental Andy Stott, resultam em uma estética retrô-futurista.
Ao fazer um trabalho com um amigo, o artista Nino Cais, que trabalha com a questão dos objetos da casa, Fernanda descobriu um ponto de partida para sua coleção de verão. O avental é o ponto de partida, que aparece integrado às peças de formas variadas, usando a técnica da dobradura, que Fernanda domina tão bem.
Na estamparia, os florais de toalhas de mesa aparecem ao lado das estampas de poá e xadrez, com efeito degradê. Flores pequeninas de plástico e couro aparecem em muitas peças, em um trabalho delicado e minucioso de bordado. Bom ver como a estilista tem se reinventado e evoluído a cada temporada sem sacrificar o seu DNA. (CY)(FFW)

                                                   Confira o video

Desfile FH por Fause Haten -SPFW Verão 2013/14



Marca: FH por Fause Haten
Direção criativa: Fause Haten
Estilo: Renato Paiutto
Assistente de direção: Olivia Martins
Criação do cenário: Paulo Cabral
Cenografia: FCR Produções Artísticas
Iluminação: Stage Luz e Magia
Trilha Sonora: André Cortada
Montagem dos bonecos: Virgílio Zago
Modelagem dos bonecos: Guilherme Pires
Manipuladores: Camila Prietto Moreira, Cássia Domingues da Silva, Nelson Paulo Azevedo Jr., Paulo Loureiro Bexiga Jr., Ricardo Cavadas e Virgílio José Zago Jr.
Tema: ”O Maravilhoso Mundo do Dr. F”
Highlights: “Qual o tema da coleção? Não tem tema, você é que escolhe. Uma pessoa pode falar isso, e outra falar aquilo. Eu acredito que hoje em dia não é mais o estilista que define, é o consumidor. Então se você viu fantasia, é fantasia, se você viu teatro, é teatro”. Foi assim que Fause Haten, retrato da serenidade, se “explicou” aos jornalistas que se amontoavam ao seu redor após a apresentação da FH por Fause Haten no teatro da Faap, como parte da agenda do SPFW Verão 2013/14. De fato, fica difícil colocar um rótulo no evento, que não teve passarela e nem modelos, e sim, um pequeno tablado à frente do palco de cortinas fechadas, um grupo de manipuladores vestidos de preto e um casting de marionetes muitíssimo elegantes que caminhavam e posavam para os fotógrafos como as modelos que elas representavam. “Quando vi que poderia escolher os rostos, pensei: ‘Quem são as modelos que eu sempre quis ter na passarela? Sempre quis ter a Karen Elson, a Linda [Evangelista]; adoro ter a Alícia [Kuczman], a Paola Ludtke. Então vamos fazer uma homenagem a elas. E no final, vamos fazer a Maria Rita cantar, e o Fause e o Renato também pra agradecer!’”, ele contou.
Para quem está tentando identificar o casting completo, segue a lista:  Gisele Bündchen, Thana Kuhnen, Paola Ludtke, Stella Tennant, Aline Weber, Alícia Kuczman, Shalom Harlow, Kate Moss, Carol Trentini, Raquel Zimmermann, Kristen McMenamy, Karen Elson, Alek Wek, Natalia Vodianova, Amber Valletta, Linda Evangelista, Mariacarla Boscono, Naomi Campbell e a atriz Julianne Moore.
E ao final do desfile, mais uma surpresa: as cortinas do palco se abriram para revelar uma linda instalação com todos os vestidos expostos em manequins de tamanho real. (SL)(FFW)

                                       

                                                Confira o video:

Desfile ÁGUA DE COCO - SPFW Verão 2013/2014







Marca: Água de Coco por Liana Thomaz
Direção geral: Liana Thomaz
Equipe de estilo: Jamille Magalhães, Rebeca Thomaz e Gisela Franck
Styling: Daniel Ueda
Beleza: Marcelo Gomes
Trilha: DJ Zé Pedro
Inspirações: As riquezas, misturas e diversidades do Brasil
Materiais: Seda, linho, neoprene e tecidos com lycra; ametistas e citrinos
Highlights: “Não é fácil falar do Brasil sem cair no estereótipo”, admitiu Liana Thomaz sobre o tema da coleção Verão 2013/14 da Água de Coco. A solução da marca foi optar por uma abordagem diversificada, que foi da natureza ao design, em um desfile composto por cinco blocos de criação: o primeiro, inspirado no paisagista Roberto Burle Marx, é marcado pelas estampas de folhagens, com texturas que representam as nervuras das plantas. O segundo celebra o artesanato brasileiro e o trabalho dos irmãos Campana (coincidentemente, curadores desta edição do SPFW) em peças com tramas e estampas que remetem a cestaria. O terceiro, das frutas tropicais, tem estampas de manga, maracujá, caju e banana. O bloco das aves brasileiras traz imagens de arara azul e amarela, tucano e tuiuiú, com texturas caneladas que fazem alusão ao mar. O último, das pedras preciosas, tem citrinos e ametistas em estado bruto presos aos maiôs e biquínis; Liana Thomaz comentou antes do desfile que uma das peças chega a custar 12 mil reais! Detalhe 1: repare que a modelagem é diferente em cada bloco: no das joias, por exemplo, ela é “toda costurada como se fosse lapidada”, como explicou Liana. Detalhe 2: todas as estampas são de fotografias de Eduardo Rezende, feitas especialmente para a coleção. Detalhe 3: Linda, Carol Trentini abriu o desfile mostrando a barriguinha (“inha” mesmo) de cinco meses de gravidez. (SL)(FFW)


Água de CocoÁgua de Coco


                                                          Confira o video:

Desfile RONALDO FRAGA-SPFW Verão 2013/2014,

Ronaldo Fraga
 Créditos: Zé Takahashi/Ag. Fotosite




Marca: Ronaldo Fraga
Direção criativa: Ronaldo Fraga
Styling: Daniel Ueda
Beleza: Marcos Costa
Trilha: Celio Balona
Inspirações: Futebol dos anos 1930, 40 e 50
Materiais: Seda pura, linho acetinado
Cores: Branco, marfim, vermelho, azul e tons vibrantes, como pink e verde limão
Highlights: “Pai, faz uma coleção sobre futebol?”, pergunta Ludovico, o filho mais velho, louco pelo esporte. “Não tem nada a ver isso”, responde o pai. Mas ao ler as crônicas de Nelson Rodrigues sobre futebol, Ronaldo se apaixonou e pensou: “Se eu não fizer isso antes de 2014, não faço mais”. Então, seu verão tem essa inspiração, mas como sempre acontece nos desfiles de Fraga, traz muita história por trás.
Fraga foi guiado pelas histórias que ouvia de seu pai, jogador na década de 1950, mas ao longo do processo, percebeu que eram história brasileiras de um futebol ainda inocente e romântico. A elite branca dominava os campos e quando passaram a aceitar mestiços, a partir de 1930, era normal que os negros fossem surrados pelo juiz ou pelo time ao cometer uma falta. “Quem rompeu com isso foi Pelé”, conta.
O negro levou a ginga da capoeira para driblar o oponente. Para a Copa do Mundo de 1938, na França, Getúlio Vargas impôs que o país tivesse um time com a sua cara, obviamente com a inclusão de mestiços e negros. O Brasil ficou em 6º lugar, mas foi a seleção mais comentada porque, pela primeira vez, se via o futebol-arte.
São muitas as histórias que Ronaldo conta e que enriquecem também a maneira como percebemos a coleção.
A coleção olha para o “futebol do Brasil pobre, que infelizmente não será abordado nas campanhas da Copa”. Ronaldo criou times, uniformes e emblemas fictícios (Amadores, Só de Amor) de forma que muitas peças parecem roupas de menino no corpo das modelos: bermudas, shorts e camisetas são amplas e folgadas. As listras, que existiam para confundir o adversário em campo, estão em quase todos os looks. Se não é listra, é bola. E a cartela de cores, que começa nos tons dos uniformes britânicos antigos (marfim, branco, vermelho e preto), transforma-se ao longo da apresentação em uma combinação de cores vibrantes, como verde limão, pink, “quase de gosto duvidoso”, brinca o estilista. E que delicadeza a bolsinha em forma de rádio de pilha.
A beleza acompanha com as modelos com cabelos de Bombril. “Pedi para o Marcos Costa: quero um cabelo ruim. As meninas são lindas, mas com Bombril na cabeça. Ninguém aqui vai alisar o cabelo”. (CY)(FFW)
Ronaldo FragaRonaldo Fraga  Ronaldo FragaRonaldo Fraga
Ronaldo FragaRonaldo Fraga
Ronaldo FragaRonaldo Fraga

Desfile TUFI DUEK-SPFW-Verão 2013/2014


                     Tufi Duek
                                                         Créditos: Zé Takahashi/Ag. Fotosite


Marca: Tufi Duek
Direção criativa: Eduardo Pombal
Styling: Flavia Lafer
Beleza: Daniel Hernandez
Trilha: Max Blum
Inspirações: A obra do artista espanhol Pablo Picasso
Materiais: Jacquard, gabardine dupla, crepe maquinetado, crepe de seda, ráfia, linho e paetê
Cores: Cartela marcada por rosas e azuis, com o preto e branco como base
Highlights: Edu Pombal se apaixonou por uma mostra sobre Picasso que visitou. Em especial, se encantou com as fases azul e rosa do artista. A fase do cubismo também foi olhada com atenção e caiu como uma luva na estética minimalista do estilista e rendeu formas super geométricas e precisas por toda a coleção. Os plissados, as pregas e franjas davam um tipo de efeito gráfico reforçado pelo grafismo criado pelas cores em blocos. Até mesmo as fendas, hiper exploradas, de tão retas e incisivas, destacavam o conceito geométrico da apresentação, além de claro, levar um calor danado à apresentação. A frieza da geometria, do minimalismo, do grafismo e das linhas retas é quebrada pelas pernas que mostram até onde não devemos enxergar… (CY)(FFW)


Tufi DuekTufi Duek  Tufi Duek

                                               Confira o Video:





Desfile ADRIANA DEGREAS-SPFW Verão 2013/2014

Coleção completaAdriana Degreas
(Créditos: Zé Takahashi/Ag. Fotosite)
Marca: Adriana Degreas
Direção criativa: Adriana Degreas
Styling: Flavia Pommianosky & Davi Ramos
Beleza: Max Weber
Trilha: Zé Pedro
Inspirações: Rio Déco; a influência francesa na arquitetura; Copacabana dos anos 50 com o clima boêmio das grandes festas da elite carioca
Materiais: Cetim pesado, tule, zibeline e lamê
Cores: Preto e branco predominam; rosa, vermelho e prata
Highlights: Segundo Adriana contou, tudo partiu das tocas e das mulheres dos anos 1920, 1930, 1940 e 1950. A coleção é bem bonita e gráfica e o ponto alto é mesmo o que Degreas sabe fazer melhor: moda praia. Recortes geométricos, listras, linhas retas e a composição das cores são trabalhados com precisão pela dupla de stylists, deixando a coleção ainda mais desejável e impactante. As peças p&b com tule estão entre as mais lindas e sensuais em muito tempo.
A estilista chama seu beachwear de Bain Couture, que ganha cada vez mais interferência de roupas que podem ser usadas em outras ocasiões, como os vestidos longos e as peças de cetim pesado. Glamour retrô, elegância contemporânea e sensualidade atemporal das praias brasileiras, couture ou não. (CY)(FFW)
Adriana DegreasAdriana Degreas

                       Adriana Degreas
Adriana DegreasAdriana Degreas
Adriana DegreasAdriana Degreas
Adriana DegreasAdriana Degreas
Adriana DegreasAdriana Degreas
Adriana DegreasAdriana Degreas
Adriana DegreasAdriana Degreas

              CONFIRA O VIDEO:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

minhas criações